fbpx

Sua Clínica: Como o marketing digital poderá te ajudar

Em um mercado cada vez mais especializado e competitivo, como é o da saúde, investir em Marketing Digital pode ser a estratégia certa para alcançar os melhores resultados, incluindo captação de pacientes, fidelização do público e construção de autoridade.

Afinal de contas, cerca de 90% das compras de serviços ou produtos se iniciam com a busca pela internet. Só com isso, já podemos ter uma ideia do potencial dos canais virtuais para a divulgação de clínicas e consultórios médicos e como o marketing digital poderá ser planejado.

Por isso, quando se fala em marketing digital voltado para a saúde, como médicos e dentistas, o segredo é apostar em boas estratégias, por meio de um plano de marketing assertivo e direcionado ao público-alvo.

Sem esquecer, é claro, das recomendações do CFM (Conselho Federal de Medicina) e CFO (Conselho Federal de Odontologia). Daí a necessidade de contar com a parceria de uma agência de marketing.

Embora haja certa relutância por algumas pessoas, pois ainda existe a crença de que marketing digital é uma coisa simples e fácil, dá para perceber na prática o quão importante é ter um trabalho qualificado para divulgação.

Por meio de estratégias detalhadas de marketing digital, uso de softwares de automação, como a RD Station, é possível não só conquistar uma boa captação de clientes, mas também, ter ótimos resultados quanto à visibilidade da marca, construção de uma identidade e fidelização do público.

Além do mais, todas as iniciativas são pensadas para diferentes canais online de comunicação. Por isso, há uma tabela de preços gerenciamento de redes sociais, acompanhamento de blogs, entre outros.

Ou seja, quem investe em estratégias de marketing digital efetivas e que entregam resultados reais, irá se destacar da concorrência e conquistar uma posição de destaque com muito mais facilidade.

É por causa disso que o marketing digital para clínicas pode ser o que faltava para o seu negócio, sendo possível impactar mais pessoas, fidelizar pacientes e ter um ótimo reconhecimento.

A seguir confira algumas dicas e saiba como o investimento em Marketing Digital pode alavancar sua clínica.

4 vantagens do Marketing Digital para clínicas e consultórios

Um planejamento de marketing digital adequado permite que as clínicas e consultórios possam conquistar uma posição de referência.

Afinal de contas, além de divulgar os principais serviços para as pessoas realmente interessadas, o marketing digital também educa a audiência.

1 – Educa o público e gera autoridade

A internet é um mar de informações. Por conta disso, antes mesmo de agendar uma consulta dermatologista particular, muitas pessoas fazem pesquisas online sobre os principais sintomas que estão passando, ou por conteúdos que tratem de doenças e problemas na área de saúde.

Sendo assim, é importante que as clínicas e consultórios produzam conteúdo relevante, para que o público possa encontrar informações credíveis e, com isso, terem confiança ao fechar uma consulta ou agendamento.

Aliás, a iniciativa de educar o público é encorajada pelos Códigos de Ética na área de saúde. Além do mais, conteúdos relevantes fidelizam o público e, como consequência, se convertem em potenciais clientes para sua clínica ou consultório.

2 – Maior alcance de público

O número de pessoas que usa a internet só tende a crescer. De acordo com a pesquisa TIC Domicílios, o Brasil conta com mais de 70% da população conectada, o que equivale a 126,9 milhões de pessoas.

Fora que, na internet, não é preciso se limitar a uma determinada região. Pessoas que estão em outros países podem buscar informações sobre pilates solo, por exemplo, e encontrar um conteúdo do seu site.

Ou seja, a possibilidade de alcançar mais pessoas é grande.

Desse modo, é possível tornar a sua clínica reconhecida até mesmo para além da sua região de atendimento. Com isso, o seu negócio se torna uma referência e conquista autoridade no mercado.

3 – Alto poder de segmentação

Quando divulgamos uma propaganda na televisão, ela tem o potencial de alcançar muitas pessoas, porém de modo massivo.

Isto é, podemos atingir tanto as pessoas que realmente estão interessadas no negócio, mas também outros indivíduos que não têm interesse.

No marketing digital, o poder de segmentação é muito maior. Quer dizer que podemos anunciar uma lente de contato com grau para uma audiência que já está à procura do produto ou que possui um perfil específico.

Isso significa que entregamos o conteúdo certo, no momento certo.

Como resultado, temos uma probabilidade maior de conversões, que pode resultar em mais vendas para a empresa.

4 – Menor investimento

As campanhas de marketing digital costumam ser muito mais baratas em comparação com anúncios veiculados nas mídias tradicionais, como televisão, rádio e jornais.

Isso pode ser muito vantajoso para as clínicas e consultórios, especialmente para quem está começando agora a fazer divulgações.

Nesse sentido, um anúncio de remedio para emagrecer rápido no Facebook, por exemplo, pode começar com um investimento muito pequeno e, conforme os resultados, é possível aumentar essa quantidade progressivamente.

Conheça algumas estratégias de Marketing Digital para médicos e dentistas

Ganhando cada vez mais notoriedade nos dias atuais, o marketing digital consiste em um conjunto de ações e iniciativas realizadas na internet (ou seja, no meio online), com o intuito de atrair novos clientes, criar um relacionamento mais estreito e construir uma identidade no mercado.

Por isso, vemos muitos tipos de empresas, como lojas de produtos naturais no brás, bem como clínicas e consultórios médicos, investirem cada vez mais nessa modalidade.

Entretanto, para alcançar os melhores resultados, é fundamental pensar em estratégias assertivas, como por exemplo:

1 – Geração de conteúdo para blog

Os blogs aparecem como os canais mais eficazes para divulgação de materiais e conteúdos.

Normalmente presentes como uma sessão do site institucional, eles podem compartilhar vídeos, artigos, infográficos, podcasts, entre outros formatos, trazendo informações relevantes ao público.

Para gerar conteúdo para blog é indispensável procurar em fontes confiáveis e ter especialistas no assunto, para que o público faça a leitura de materiais credíveis.

Além disso, os blogs precisam ter uma atualização constante. Por isso, vale a pena montar um cronograma de postagens, para que o público possa acompanhar as publicações.

2 – Postagens em redes sociais

As redes sociais tornaram-se parte da grande maioria dos planos de marketing. Afinal, quase todas as empresas possuem um perfil nesses canais, principalmente nos mais famosos, que são:

  • Facebook;
  • Instagram;
  • Twitter;
  • YouTube.

Com uma fanpage no Facebook, por exemplo, os usuários podem encontrar mais facilmente um telefone de contato para marcar uma consulta médica domiciliar.

Além disso, as redes sociais contam com ferramentas de anúncios patrocinados, que podem ser usados por clínicas e consultórios de forma ética, para atingir um público-alvo segmentado.

3 – SEO (Search Engine Optimization)

O SEO, ou otimização para os mecanismos de busca, é um conjunto de técnicas que melhoram a classificação de páginas da web nos sites de pesquisa, como o Google.

Visto que grande parte das pesquisas é feita diretamente no buscador, é importante estar entre os primeiros resultados.

Nesse sentido, uma das principais estratégias é o uso de palavras-chave dentro dos conteúdos, ou seja, dos termos mais pesquisados pelos usuários.

Portanto, ao usar a palavra-chave “lente de contato verde”, por exemplo, todos que pesquisam esse termo no Google podem encontrar o seu conteúdo.

Porém, fora as palavras-chave, o SEO leva em consideração a experiência do usuário.

Por conta disso, é importante que o conteúdo tenha relevância aos leitores, com boas informações e, além disso, proporcione uma boa navegabilidade (em especial, nos dispositivos móveis, como celulares, tablets e smartphones).

4 – E-mail marketing

O e-mail marketing é uma estratégia de nutrição de leads (potenciais clientes) e de fidelização do público. De forma resumida, é o ato de enviar mensagens por correio eletrônico, com o objetivo de manter um relacionamento próximo com os usuários.

Normalmente, o cadastro na lista de e-mail marketing ocorre quando um internauta fornece um contato em troca de uma oferta, que pode ser um e-book, um cupom de desconto, um webinar exclusivo, etc.

O e-mail marketing também pode compartilhar informações mais aprofundadas, como um artigo para cuidados após uma cirurgia de preenchimento de olheiras.

É importante não confundir o e-mail marketing com spam, principalmente em clínicas e consultórios. No primeiro caso, o usuário fornece de livre e espontânea vontade o contato e os assuntos compartilhados têm relevância.

Já o spam é caracterizado pela compra de listas de e-mails, sendo uma prática mal vista na internet.

Conclusão

Fazer marketing médico e na área de saúde não é algo simples. Ao contrário, é necessário dedicação e planejamento, uma vez que é preciso cumprir as recomendações do Código de Ética e fornecer informações credíveis ao público.

Por conta disso, as práticas de divulgação de clínicas e consultórios médicos e odontológicos encontraram um terreno fértil no Marketing Digital, muito por conta da diversidade de canais para compartilhamento de conteúdo e pela própria mudança no comportamento dos pacientes, que buscam se informar antes de marcar uma consulta.

Sendo assim, ter um planejamento em marketing digital é quase uma obrigação no mundo atual. No entanto, bons resultados não dependem exclusivamente dos médicos, mas também de trabalhos em conjunto com agências de marketing.

Desse modo, é possível ter um bom reconhecimento, captar novos pacientes e alavancar a sua clínica.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.