Marketing Digital para médico, feito de uma maneira simples e eficiente, encontre todos os materiais aqui.

funil de vendas

Como gerar leads através das redes do seu consultório

Trabalhar uma boa geração de leads em todas as redes, é uma ótima forma de obter clientes para empresas, ainda mais aquelas onde a venda do produto ou serviço segue um fluxo altamente denso, onde cada parte de convencimento e contato próximo é importante.

No caso de consultórios médicos, por exemplo, essa é uma atividade ainda mais necessária, assim como o marketing médico digital.

Visto que, diferente de outras épocas, os clientes ideais preferem fechar um serviço assim que entendem que este poderá trazer algo de interessante para eles.

Por isso, trabalhar os canais de comunicação desses consultórios para captar leads, os conhecidos clientes interessados em uma ação de compra, é essencial para a movimentação do negócio, e ainda melhor para o entendimento de seu público.

No artigo a seguir vamos entender um pouco mais sobre a importância do marketing digital médico, sabendo porque ele é considerado essencial para o setor, e de que forma é possível transformar as redes sociais em uma máquina de geração de leads.

A importância do marketing para consultórios médicos

Trabalhar uma boa comunicação para setores da saúde, como consultórios médicos, é essencial nos dias de hoje, onde um grande público está tendo contato com informações vindas das redes sociais, o que influencia a escolha de compra desses consumidores.

Em primeiro lugar, é preciso entender que o marketing para a área da saúde se difere daquele de outros setores, justamente pela maneira na qual se comunica uma venda.

Afinal, diferente de um produto, consultas são serviços, e tem ao seu lado a essencialidade.

Por exemplo, diferente de uma loja de autopeças, onde o certo é criar uma vontade e certa atração por produtos, um consultório especializado em harmonização facial sem agulhas permite um maior mergulho no assunto, para que o futuro cliente consiga entender de fato.

É possível trazer conversas sobre o serviço que é oferecido, mas sem superficialidade, agregando o máximo de informações que fazem com que o usuário online entenda de que maneira essa pode ser uma boa mudança em sua vida, trazendo algo importante.

No caso de um consultório de nutricionista esportivo, por exemplo, uma venda de um serviço pode ocorrer por meio de conteúdos que tragam as vantagens que atletas têm em investir nesse atendimento, algo que impacta suas carreiras e além disso.

De certa forma, além de ser algo que traz uma sensação de interesse, que mexe com a percepção de cuidados consigo, como no caso de uma clínica de rejuvenescimento do rosto, que trata de questões estéticas, saúde é sempre algo essencial.

E colocar em pauta a urgência, por meio de conversas e materiais de alta qualidade, que agreguem mas ao mesmo tempo tragam uma sensação de necessidade plena, são as principais formas de obter leads, os clientes que devem ser nutridos.

A nutrição em pauta deve acontecer justamente para que o cliente seja educado, orientado e colocado a par daquilo que necessita, já que uma simples promoção de um serviço não seria tão eficaz, ainda que traga a urgência da saúde e do bem estar como pauta.

Transformando redes em máquinas de geração de leads

Para que os leads de um consultório sejam obtidos e nutridos, é essencial que dentro do marketing digital para médicos sejam criadas estratégias capazes de utilizar cada uma das ferramentas digitais a favor da empresa, como no caso das redes sociais.

No entanto, para criar as formas perfeitas de obtenção de leads, é preciso aprender a gerá-los por esses lugares, seguindo um passo a passo certo para que empresas da área da saúde consigam alcançar seus objetivos e conquistar mais pacientes na era digital

Veja abaixo as cinco principais dicas para quem deseja começar a gerar leads por meio das redes sociais:

1. Conhecer bem sua persona

É importante conhecer seu público-alvo, para que toda a elaboração das estratégias de sua empresa foque no local certo para comunicação.

No entanto, é essencial saber quem é e até mesmo formar sua persona, a maneira mais próxima de achar seu cliente ideal.

A persona é de uma maneira geral, a concepção de um personagem, que agrega tudo o que o cliente ideal da sua empresa é.

Nela estão incluídas informações que vão além das informações básicas, como gênero, idade ou classe social, podem se estender à:

  • Comportamentos;
  • Escolhas políticas;
  • Profissão;
  • Objetivos pessoais;
  • Vícios e gostos.

Em mãos com essas informações, que podem ser obtidas por dados e informações das próprias redes sociais, mas também por meio de pesquisas de opinião e entrevistas com consumidores, a idealização de uma linguagem e forma de conteúdo poderá ser feita.

2. Educar a audiência em conteúdos

Para que leads sejam gerados, é essencial educar sua audiência, ou seja, aquela que segue a página do seu consultório nas redes sociais, como no caso de um médico ao domicílio que costuma conversar com seu público por meio de postagens.

Esses conteúdos devem apresentar informações relevantes sobre o serviço que é oferecido, impactando esse público com dados que possam incentivá-los a investirem em um profissional de saúde, e que também os incentiva a entender mais sobre o assunto.

Por meio de ferramentas adequadas, como serviços de automação de conteúdos, como no caso do RD Station, é possível não apenas produzir conteúdos, mas obter informações de feedback sobre cada produção, o que incentiva o entendimento por completo.

3. Ofertar informações e materiais relevantes

Uma boa opção dentro das redes sociais é oferecer materiais ou até mesmo conteúdos em outras redes ou ferramentas na internet, como o site de um consultório de estética voltado à tratamento flacidez barriga, que divulga e-books com informações relevantes.

Dessa maneira, e por meio das redes sociais, é possível fazer com que consumidores em potencial se desloquem até um site e assim compartilhem dados para que se transformem em leads, aumentando ainda mais a base que a empresa possui.

4. Promover eventos e encontros virtuais

As redes são lugares ideais para a promoção de eventos e encontros com as temáticas que uma empresa da área da saúde pretende divulgar, já que suas ferramentas propiciam a obtenção de dados e até mesmo o redirecionamento para páginas de formulários.

Por exemplo, uma clínica especializada em dieta simples para emagrecer pode promover um webinar com profissionais conhecidos na área da saúde, para falar sobre desmistificações relacionadas à cozinha tradicional e caseira.

Por meio desse evento, é possível obter pessoas interessadas, que compartilham dados para cadastrar seus e-mails e serem avisadas sobre os encontros, ou até mesmo em um direcionamento para a página onde o evento vai acontecer.

5. Entenda e utilize cada ferramenta das redes

É importante saber e utilizar cada ferramenta das redes sociais ao planejar uma obtenção de leads.

Visto que, cada uma pode contribuir não apenas com um tipo de conteúdo a ser compartilhado, mas também na captação de informações de clientes.

Um bom exemplo disso é uma empresa de manutenção em hospitais, que utiliza seus canais de comunicação para perguntar se clientes em potencial gostariam de receber materiais sobre seus serviços, algo que pode ser feito por ferramentas de automação.

Os impactos dessa estratégia

Os impactos dessa estratégia de utilização das redes sociais como geração de leads podem ser essenciais para o crescimento da empresa.

Visto que, potencializam a entrada de mais clientes, cada vez mais atraídos pelos serviços de saúde desses consultórios.

Diretamente esse aumento de clientes proporciona um grande impacto com a empresa em um sentido de mercado, já que outras passarão a olhar para ela como um exemplo de comunicação médica, especializada em atrair novos consumidores.

Existe aí, então, uma fidelização evidente de pacientes, que não apenas preferem aquele serviço por entenderem da necessidade deles em suas vidas, mas também apoiam uma produção de conteúdo que agrega informações importantes para eles.

E para as empresas, a geração de leads por meio das redes sociais, traz um maior conhecimento sobre seus próprios serviços e a forma como se comunica online, visto que ferramentas de automação e outros dados ampliam o conhecimento sobre o cliente.

Por exemplo, um imobiliária poderá entender se um cliente poderá ficar mais satisfeito com um aluguel de espaço comercial em uma região mais central, já que grande parte do público mora naquele determinado lugar.

Considerações finais

Os leads são essenciais para empresas que trabalham com serviços, pois possibilitam uma conversa mais próxima e uma produção de conteúdo interessante e rico, que auxilia o possível cliente na decisão sobre a escolha de uma consulta, por exemplo.

Assim, vemos que consultórios que sabem gerar esses potenciais clientes por meio das redes sociais conseguem ter ainda mais vantagens, visto que têm em mãos informações importantes não apenas para a venda, mas para uma melhor estruturação do negócio.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Whatsapp business: Por que o seu consultório precisa dele?

O Whatsapp Business é uma das principais ferramentas da atualidade em questão de atendimento ao cliente. Este mensageiro tem diversas funcionalidades que permitem sua empresa sair na frente da concorrência.

O Whatsapp é um serviço que já faz parte da rotina da maioria das pessoas. Muito popular no marketing digital médico que aplica a funcionalidade no agendamento e avisos de retornos de consulta.

Sua proposta de troca de mensagens instantâneas, bem como arquivos de áudio, vídeo, texto e imagens, acabou caindo nas graças do público como uma alternativa ao SMS e às próprias ligações.

Hoje em dia, é muito difícil encontrar um usuário de smartphone que não utilize o whatsapp, o que acaba configurando a maior parte do público brasileiro.

Estas pessoas acabam utilizando o aplicativo como principal ferramenta de comunicação.

Por isso, a empresa que desenvolve o aplicativo decidiu melhorar ainda mais a interface dele, permitindo que você crie uma ambientação mais adequada para sua empresa. O Whatsapp Business acaba se tornando uma valiosa ferramenta.

Isso porque ele permite que você organize melhor suas conversas com os compradores, criando um perfil com todas as informações relevantes para seu negócio, além de marcar suas conversas com etiquetas para saber em que posição cada cliente se encontra.

Além disso, o Whatsapp Business também permite criar mensagens prontas, técnica da automatização de marketing, que ativam sempre que alguém se comunica com você.

A ideia de ações de engajamento são várias, em um espaço de coworking é utilizada para recepção de novos interessados, envios de informações automatizadas, aumentando assim sua usabilidade.

As funcionalidades não param por aí, incluindo também:

  • Localização do negócio;
  • Catálogo de produtos;
  • Estatísticas de mensagens;
  • Botão de conversa em anúncios.

Com estas funções, acaba ficando muito mais simples conseguir entender porque muitas empresas estão adotando o Whatsapp business. Mas, uma área que tem ganhado destaque dentre os usuários desta funcionalidade é a da saúde.

Esta se tornou uma importante ferramenta na área médica, principalmente por não ferir as regras impostas pelos Conselhos Regionais de Medicina a respeito de marketing para a saúde.

Assim, você consegue um contato muito mais direto com seus pacientes. Oferecer um check up geral pode ser uma excelente maneira de alcançar mais clientes.

É importante ter em mente que existem alguns detalhes que precisam ser vistos antes de começar a usar as funcionalidades do aplicativo. O primeiro passo que você deve buscar é a verificação.

Para ter sua conta verificada, é preciso que você tenha o registro de pequena ou média empresa, além de fornecer um número de telefone que não esteja vinculado a conta que será usada de forma comercial.

Além disso, é importante que todos os contatos de sua clínica sejam consensuais. É preciso que o paciente ceda de livre e espontânea vontade o número de celular com whatsapp para que você possa utilizar a ferramenta para fazer contato.

Uma vez que esteja em dia com suas responsabilidades, a utilização da ferramenta acaba sendo muito mais vantajosa.

Assim, você pode destacar os benefícios de um tratamento celulite grau 3 sem preocupação.

Utilizando o Whatsapp Business na saúde

Os benefícios que o programa oferece para empresas na área da saúde é similar aos oferecidos nos outros mercados.

No entanto, devido às regulamentações de publicidade e marketing estabelecido pelo conselho, acaba tendo uma funcionalidade muito maior.

Para conseguir compreender melhor, você deve entender todas as funcionalidades que o aplicativo oferece como alternativas para que você consiga um contato maior com seus clientes e pacientes.

Assim como, há a possibilidade de indiretamente compreender o que ele mais procura, seja um kit higiene menina ou outro produto, ou serviço.

Criando um perfil

O primeiro passo é criar um perfil qualificado para a empresa. Sua clínica deve passar a autoridade e responsabilidade para qualquer um que esteja entrando em contato, o que indica manter uma série de fatores em ordem no seu perfil empresarial.

O primeiro passo é adicionar sua localização. Esse tipo de ação passa muito mais tranquilidade para o paciente, que consegue avaliar junto a ferramentas de GPS e outros recursos o endereço, garantindo que encontrará seu consultório.

Além disso, é importante destacar o tipo de instituição que você possui, com suas especialidades e outros detalhes importantes que devem ser avaliados quando você pensa em uma clínica.

Dessa forma, sempre que um novo cliente procurar seu perfil, encontrará informações precisas e corretas.

É ideal que você escreva um pouco sobre a clínica, um breve resumo que permita uma identificação ainda maior.

Nestes casos, é importante que você passe um ar mais profissional e responsável, para que os pacientes que estiverem entrando em contato sintam-se seguros de fazer qualquer tipo de procedimento no futuro.

Vale lembrar que o Whatsapp web dá um aviso a todos os clientes de que eles estão conversando com uma conta comercial.

Assim, vender uma limpeza de pele profunda com extração se torna mais fácil pelo teor profissional do perfil.

Por conta disso, mais pessoas podem se sentir interessadas em conversar com seu consultório, uma vez que este alerta é um sinal de profissionalismo.

Compreenda as etiquetas

As etiquetas são uma ferramenta de extrema utilidade para consultórios médicos.

Com elas, você consegue identificar os pacientes que estão começando um tratamento, aqueles que são de retorno ou qualquer outra tag que você julgue necessário.

Dessa forma, você consegue organizar de maneira muito mais simples suas categorias de conversa, identificando o momento para fazer um retorno de contato ou outras interações.

Você pode identificar todos os clientes que buscam uma dieta fácil para emagrecer, por exemplo.

Além disso, as etiquetas ajudam seus colaboradores a compreender como o programa está organizado.

Se você possuir recepcionistas ou outros colegas que dividem a conta comercial, cada etapa pode ser enquadrada em uma tag específica.

Além disso, você pode separar seus pacientes em grupos por meio das cores das tags.

Dessa forma, quando houver uma promoção ou uma oferta de serviços, pode conseguir um engajamento muito maior.

Vale lembrar que, ainda que você esteja liberado para usar o Whatsapp Business, os consultórios ainda precisam prestar contas aos conselhos regionais e ao conselho federal de medicina, para evitar qualquer tipo de infração.

Por isso, é importante que você conheça todas as regras de publicidade da medicina, identificando as melhores possibilidades para aplicar seus recursos.

Analise suas mensagens

Por meio da análise de dados, você consegue identificar quais pessoas estão procurando com mais frequência seu contato por intermédio da ferramenta, identificando assim qualquer paciente que esteja em urgência.

Além disso, você consegue identificar aqueles que apresentam melhores retornos, e que podem estar dispostos a novos contatos e novas experiências com você. O importante neste caso é identificar todos os detalhes da comunicação com a empresa.

Dessa forma, você consegue um controle muito maior da comunicação com os pacientes, evitando qualquer desconforto ou que algum cliente fique sem resposta. É importante ficar atento a esse tipo de recurso.

Se um profissional de engenharia de manutenção hospitalar entrar em contato, existem grandes chances de ele oferecer um serviço de qualidade para você.

Com uma boa análise de sua utilização do whatsapp business, você consegue identificar os principais pontos para conseguir uma boa estratégia de marketing médico, ainda pautado em todas as regras mas com ótimas referências e recomendações.

Mensagens automatizadas

Como maior parte da comunicação, você precisa estar disposto sempre que o paciente precisar.

Entretanto, em momentos em que você esteja descansando ou de qualquer outra maneira indisponível, é importante que o paciente não fique sem resposta.

Neste caso, uma mensagem automática identificando o horário em que você estará disponível já é um excelente avanço para esse tipo de recurso.

Dessa forma, você consegue manter o relacionamento saudável e não invasivo, garantindo que o paciente ainda assim terá o atendimento que deseja.

Assim, dúvidas sobre o aparelho surdez do cliente são atendidas quando você estiver no celular.

Uma outra utilização desse tipo de mensagem é justamente para aproveitar o primeiro contato com o cliente.

Por meio de uma mensagem de saudação, você pode solicitar informações que acabam facilitando o trabalho da clínica em encontrar o histórico do paciente.

Contratando profissionais

Muitas vezes, lidar com toda a área de marketing digital de um consultório é muito trabalhoso.

Por isso, é importante contar com a ajuda de profissionais especializados para conseguir o melhor resultado para sua clínica.

A RD Station possui diversos recursos sobre o marketing digital para médicos e isso pode acabar sendo muito importante em sua clínica. Esse tipo de serviço acaba ampliando muito sua base de clientes.

Considerações finais

O marketing médico possui uma série de restrições e outros detalhes importantes, que devem ser estudados a fundo antes de você pensar em tomar qualquer atitude, principalmente sobre ações de marketing médico digital.

Por isso, utilizar as ferramentas disponíveis, como o Whatsapp Business, é uma excelente maneira de ficar em contato direto com seus clientes e ampliar ainda mais suas possibilidades.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Benchmarking

Qual o melhor canal de comunicação para sua clínica?

Um canal de comunicação bem trabalhado pode ter grande importância para uma empresa na hora de manter uma relação com clientes ou até mesmo captar novos, ainda mais em um mundo tão digital, onde o consumidor tem cada vez mais opções de compra e não é diferente em uma clínica.

 

No caso da clínica médica, é ideal que esses canais sejam adotados e funcionem de maneira ideal já que, diferente de épocas passadas, pacientes entram em contato com os consultórios também pelas redes sociais ou por site, e não apenas pelo telefone.

Se reinventar então se tornou uma tarefa prioritária para as clínicas, que cada vez mais devem entender seus pacientes e estabelecer a melhor comunicação possível nos canais mais apropriados, sabendo utilizar tudo o que a internet e a tecnologia oferecem.

No artigo de hoje, vamos entender mais sobre a verdadeira importância dos canais de comunicação para as clínicas médicas, como um consultório de nutricionistas que receitam dieta reeducação alimentar, e de que maneira colocar em prática. Acompanhe!

A importância de canais de comunicação para a clínica

Foi-se o tempo em que para conseguir um serviço ou ir atrás de um produto desejado, os consumidores recorriam a catálogos telefônicos ou aos jornais da cidade, que apontavam as melhores opções, juntamente com indicações dadas por conhecidos e amigos.

 

Na era digital, a internet e suas criações, como as redes sociais, passaram a ter grande consideração no momento de escolha de compra e no descobrimento de novas empresas, o que levou muitas empresas a entenderem o significado da produção de conteúdo.

 

Hoje em dia vemos, claramente, que companhias como um espaço de coworking passam a investir cada vez mais em estratégias de marketing digital e comunicação no geral.

 

Isso acontece por conta dos benefícios que aparecem para a empresa, além do aumento nas vendas.

 

Um deles, visto como mais relevante, é a criação de uma relação com o consumidor, algo que deve ser constantemente trabalhado para que outras vantagens apareçam, favorecendo a empresa e sua atuação no mercado, destacando sua importância.

 

Por isso, é comum vermos essas companhias fazerem parte de inúmeros canais de comunicação, criando conteúdos e ampliando as relações que muitas vezes parecem sair das redes e do digital, e chegar de maneira natural e fortificada nas casas dos clientes.

 

Um bom exemplo é uma clínica que realiza check up básico, que ficou conhecida na cidade pelo seu longo tempo de atuação e serviços médicos que passaram a ser vistos com um excelente custo-benefício para seus clientes ao longo dos anos.

 

Mas, ainda que essa empresa seja popular e considerada tradicional, se ela não estiver onde seus pacientes estão atualmente, como as plataformas online e as redes sociais, pode não alcançar ainda mais pacientes como deseja.

 

Para isso, ela passou a investir em serviços de marketing digital médico, que fizeram um reconhecimento das necessidades da clínica e implementaram uma comunicação estruturada nos principais canais de comunicação com seu público.

 

Assim, e em pouco tempo, essa clínica passou a ter alguns ganhos, como:

 

  •  Aumento da popularidade;
  • Autoridade no setor;
  • Maior valor agregado à marca;
  • Lucratividade acima da média;
  • Novas oportunidades.  

 

Essa situação, ainda que mais voltada a um nicho específico, é comum e constante entre as companhias que investem em serviços de comunicação, já que eles possibilitam uma conexão que antes não era tão efetiva, e ainda que presencial, não era próxima.

 

Por isso, investir em uma boa comunicação e no entendimento dos melhores canais de comunicação pode ser uma salvação para muitos negócios, como uma imobiliária que aluga sala de reunião por hora ou para clínicas de saúde, que são o foco deste artigo.

Quais os melhores canais para clínicas médicas

Em um critério de atuação voltado para negócios da área da saúde, a utilização de canais de comunicação deve ser ainda mais pensada e estruturada, visto que nesse sentido o ideal é informar e alertar a necessidade dos serviços de um profissional.

 

A atuação, então, deve ser em um formato educacional, sempre mostrando a relevância da procura de um profissional ou colocando como algo positivo a procura feita para um desses serviços, como limpeza de pele profunda com extração, voltado à higiene e bem-estar.

 

Assim, podemos entender que saber exatamente onde conversar com seu público pode trazer resultados ainda maiores, impactando de diferentes formas o paciente de um consultório. Pensando nisso, veja abaixo os principais canais e suas funcionalidades:

1. Serviço de Atendimento ao Consumidor

O Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) é uma das principais ferramentas dos últimos tempos nas estratégias de comunicação, visto que é uma maneira de tirar dúvidas e solucionar problemas de clientes de maneira rápida, acessível e cada vez mais próxima.

 

Podemos ver um serviço de SAC agregado a outros canais de comunicação, como redes sociais e até mesmo no site da empresa, ainda que essa forma de contato seja ainda mais potente por meio de ligações no telefone ou celular do paciente.

 

Por meio do SAC, um cliente de harmonização facial definitiva tem um direcionamento mais focado para seus problemas, o que acontece por meio de programas ou sistemas próprios para encaminhar o consumidor para o local exato de atendimento, em tempo hábil.

2. SMS

Ainda que muitos digam que essa ferramenta pode ser considerada ultrapassada, muitas empresas ainda são atingidas com inúmeras vantagens vindas da utilização do SMS, mensagens instantâneas da clínica enviadas para os celulares de pacientes.

 

Em um contato direto como este, uma empresa de manutenção hospitalar têm uma maior conectividade com o dia a dia do paciente, avisando sobre consultas, contatos urgentes e grande possibilidades de serviços, que rapidamente são entregues aos mesmos.

3. Redes sociais

As redes sociais são as queridinhas das empresas que investem em marketing médico digital, visto que são as formas mais populares e com as oportunidades mais efetivas de relacionamento e indução à aquisição de um serviço, algo essencial para uma clínica.

 

Cada rede evidencia uma forma de comunicação, com uma linguagem específica e até mesmo públicos específicos, o que pode ser bem aproveitado pelas clínicas, dentro de suas produções de conteúdo para as ferramentas específicas desses lugares.

 

Quase sempre, dentro do trabalho de comunicação com redes sociais, muitas empresas utilizam serviços de automação, como o caso da ferramenta RD Station, que consegue não apenas fazer envios de conteúdos, mas também gerar dados e identificar oportunidades.

 

Assim, podemos entender que as empresas que utilizam as redes sociais para implementar melhores contatos com sua audiência em geral, podem ainda ter acesso a informações importantes, que ajudam o negócio a melhorar a forma de venda.

4. Site da clínica

Dentro das principais formas de marketing digital para médicos, está a estruturação de sites que entregam não apenas informações sobre serviços ou produtos, mas também trazem uma produção de conteúdo que pode auxiliar as vendas.

 

As plataformas online de empresas podem ser consideradas boas alternativas justamente por deixarem a marca do negócio online. Ou seja, uma empresa que tem um site na internet, e fizer utilizações com SEO, será mais encontrada por potenciais clientes.

5. E-mail marketing

O e-mail marketing é um dos mais recentes canais de comunicação com públicos, mas que já tem apresentado uma grande vantagem para empresa, que é a proximidade e a possibilidade de captação de leads e conversas com esses e com os próprios pacientes.

 

Basicamente, por meio de ferramentas de automação, como o RD Station, as clínicas podem enviar informações para clientes, como promoções extras e especiais de tratamento rugas profundas, ao mesmo tempo que captam novos consumidores.

 

Essa tem sido vista como uma das principais ferramentas de comunicação hoje em dia, visto que têm o poder não apenas de conversar com potenciais pacientes, mas também de fazer um contato constante com aqueles que já passaram pela clínica.

 

Essa proximidade é importante justamente para que ocorra o chamado pós-compra, onde as clínicas podem ter acesso a dados e informações sobre o serviço que produzem e de que maneira elas podem melhorar ou até mesmo propor novas oportunidades de negócio.

Considerações finais

Entender de que maneira canais de comunicação podem ser importantes para negócios de saúde, pode não apenas trazer grandes resultados para eles, como vendas e maior popularidade no mercado, mas também uma conexão com os novos tempos.

 

É fundamental estar sempre atualizado, ainda mais no caso de empresas em contextos de trabalho com diferentes gerações. Quanto mais uma clínica está por dentro das formas de conversa com seu público e as ferramentas para isso, melhor ela estará trabalhando.

 

Assim, com o entendimento dos principais canais existentes e a conexão que uma clínica pode ter com eles e outras ferramentas parceiras, como aquelas relacionadas à automação, melhor o trabalho de divulgação de serviços poderão ser realizados.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido em co-marketing pela Dgtalmente.7 e equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 
chatbots

Chatbot: saiba o que é e como usar na sua clinica

A revolução digital já chegou para todos, inclusive para a área médica. Não é à toa que o chatbot para clínicas está cada vez mais em alta, sendo uma solução de atendimento e marketing para vários estabelecimentos.

Aliás, a questão do atendimento sempre gerou muitos embates na área médica. Mesmo em um corpo clínico altamente qualificado, alguns clientes reclamam dos métodos de abordagem, recepção e acompanhamento.

No artigo de hoje, saiba o que é e como usar um chatbot na sua clínica, além das principais vantagens desse software. Acompanhe a leitura!

O que é um chatbot?

O chatbot nada mais é que um software inteligente, usado para simular conversas reais.

Atualmente, essa tecnologia é muito usada em planejamento de ação de marketing digital, uma vez que ela é capaz de oferecer informações valiosas aos usuários, de forma rápida e dinâmica.

Para manter esse diálogo, o chatbot é pré-programado, oferecendo respostas automáticas. Em alguns casos, o software conta com conceitos de machine learning, que tornam os atendimento personalizados, não somente usando textos-padrão.

Apesar de muitas plataformas já contarem com chatbots como parte de suas funcionalidades, como é o caso das redes sociais, é recomendável contratar uma agência digital para aplicar a ferramenta na sua clínica.

Isso porque é possível adaptar o chatbot, conforme o site do seu estabelecimento, o tipo de serviço prestado e as dúvidas mais comuns do usuário. Assim, o atendimento é muito mais assertivo, contribuindo para a satisfação dos pacientes.

Quais são as vantagens do chatbot?

Uma das principais vantagens do chatbot é oferecer atendimento 24 horas, nos 7 dias da semana.

Assim, mesmo fora dos horários comerciais, os seus pacientes não ficam sem resposta e não se sentem ignorados. Com isso, há maiores chances de fechar uma consulta.

Além do mais, os chatbots podem oferecer informações relevantes aos interessados. Por exemplo, os horários para coleta de amostras para check up geral, funcionamento da clínica, se é necessário levar alguma documentação, entre outros conteúdos.

Entre outras vantagens do chatbot, destacam-se:

  • Aumento da qualidade do atendimento;
  • Maior produtividade para os funcionários da recepção;
  • Coleta de dados sobre o paciente;
  • Maior economia com recursos de atendimento;
  • Melhor orientação dos serviços de recepção.

Importante dizer que, ao optar por um sistema de automação de marketing para aplicar o chatbot, como o RD Station, é possível ter dados relevantes sobre os clientes.

Isso contribui para gerar conteúdo para blog mais direcionado, o que é fundamental para as iniciativas de marketing.

Mas, por que devo ter um chatbot para minha clínica?

Lembra que falamos que o problema de atendimento é muito recorrente em clínicas e consultórios? Muito disso deve-se a grande quantidade de trabalho das recepcionistas, bem como a falta de treinamento dos colaboradores.

Porém, com um chatbot para o seu estabelecimento, isso não acontece. As respostas passam a ser automáticas, garantindo que nenhum cliente deixe de ser atendido.

Assim, caso alguém tenha dúvidas sobre o procedimento de harmonização facial definitiva, o chatbot pode ser programado para sanar os principais questionamentos.

Assim, o atendimento só é repassado para as recepcionistas quando a negociação já está avançada.

Além de diminuir a insatisfação dos pacientes, os chatbots contribuem com o aumento no número de consultas. Em alguns casos, é possível vincular o software diretamente com a agenda da clínica, o que facilita o agendamento dos serviços.

Vale dizer que o chatbot para clínicas também pode ser usado como parte da estratégia de marketing digital, enviando conteúdos para os leads, como um e-book de plano alimentar para emagrecer.

Novamente, ressaltamos que você deve contratar uma agência especializada para desenvolver o chatbot para a sua clínica, visto que além do atendimento, esse software deve seguir algumas particularidades da área médica.

Aliás, caso você utilize o chatbot para iniciativas de marketing, é preciso ter cuidado, pois a divulgação de serviços médicos, mesmo em um simples banner horizontal, deve seguir as especificações do CFM (Conselho Federal de Medicina) e o Código de Ética.

Conclusão

O que achou do chatbot para a sua clínica? De fato, essa ferramenta pode facilitar muito o atendimento e as iniciativas de marketing, mas é fundamental contar com o trabalho de um sistema especializado.

Com o uso do RD Station em conjunto com a Zenvia e outros canais de chatbot, você irá encontrar diversas possibilidades de automatizar suas estratégias, bem como o chatbot para a sua clínica. Assim, será fácil aprimorar o seu atendimento e surpreender seus pacientes!

Esse texto foi originalmente desenvolvido em co-marketing pela Dgtalmente.7 e pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

lgpd para consultorios

LGPD para consultórios: tudo o que você precisa sobre a lei

A Lei Geral de Proteção de Dados foi sancionada no Brasil e as empresas de diversos segmentos precisam cumprir as suas determinações, se aplicando também na área da saúde, onde é necessário entender como é a LGPD para consultórios.

Quem possui um estabelecimento na área da saúde sabe o quanto as informações geradas ali, sejam os dados pessoais dos pacientes ou o registro dos procedimentos que são realizados no tratamento deles, são sensíveis e devem ser resguardadas.

A LGPD surgiu no cenário brasileiro, e já estava vigorando em vários outros países, com o intuito de proteger esses dados que são gerados nas relações entre uma empresa e os seus clientes.

Do mesmo modo que a agência digital contratada para fazer a publicidade de um consultório deve cumprir a Lei Geral de Proteção de Dados do seu cliente, a clínica precisa aplicar o mesmo no trato com as informações dos seus pacientes.

Mas para isso, como não poderia deixar de ser, é necessário entender de modo aprofundado a LGPD, e saber como ela se aplica, de maneira mais específica, para os estabelecimentos da área da saúde.

De fato, tão importante quanto aprender a como fazer marketing de conteúdo para realizar a publicidade da clínica é conhecer leis como a da proteção de dados, para atuar sempre de maneira correta e coerente.

Se você é um profissional que atua na área da saúde, já possui o seu próprio negócio e quer saber como funciona a LGPD, este artigo pode ser de grande ajuda para você. Por isso, siga na leitura dele e amplie os seus conhecimentos sobre o tema.

O que é a LGPD?

A Lei 13.709/2018, chamada de Lei Geral de Proteção de Dados, tem a sua inspiração na GDPR (General Data Protection Regulation), criada na União Europeia com a mesma finalidade que a LGPD: proteger os dados pessoais dos cidadãos.

A ideia é que as empresas e estabelecimentos que realizam negociações com os seus clientes tenham responsabilidade com os dados gerados nessas situações, evitando a distribuição e a venda dessas informações.

Assim, a LGPD estabelece que qualquer companhia deve ser clara em relação à coleta, armazenamento, tratamento e compartilhamento dos dados pessoais dos seus clientes.

Isso quer dizer que uma clínica, assim como uma empresa que vende notebook novo, deverá se responsabilizar pelos cuidados com as informações dos seus consumidores. São elas:

  • Nome;
  • Numeração de documentos;
  • Números de telefones;
  • Endereço residencial ou comercial;
  • Endereço de e-mail;
  • Outros dados de cadastro.

Todas essas informações, que estarão disponíveis na ficha de cadastro do cliente, devem ser devidamente guardadas, e é indispensável comunicar ao paciente o que será feito com esses dados.

Em resumo, é possível dizer que mesmo tendo frequentado uma clínica geral particular e deixado as suas informações aos cuidados do estabelecimento, o único dono delas é o próprio paciente, que deve estar ciente do que será feito com elas.

Afinal, ninguém deixa seus dados particulares achando que eles podem ser distribuídos de diversas maneiras, não é mesmo? Porém, depois da sanção da LGPD, isso se formalizou, mesmo que já fosse uma prática comum para um consultório especialista glaucoma, por exemplo.

De fato, o motivo pelo qual a Lei Geral de Proteção de Dados foi criada é justamente a segurança das pessoas, de forma a evitar o vazamento de dados, que podem ocorrer tanto por ataques cibernéticos quanto pela venda dessas informações sem a devida permissão.

A LGPD e a sua relação com os consultórios

Os dados dos clientes que são obtidos em uma clínica a partir de uma ação de marketing digital podem ser colhidos de diversas formas: seja na captação de leads via e-mail ou pelo preenchimento de formulários no site do estabelecimento.

Em geral, todos esses dados podem ser coletados e armazenados em uma ferramenta de automação de marketing, como a RD Station, e não há problema nenhum nisso. Até mesmo porque o envio de uma newsletter para os clientes será feito por essa plataforma.

O que a LGPD visa inibir é que essas informações sejam compartilhadas de maneira indevida ou não autorizada, e que pode gerar incômodo ou estresse para os donos desses dados. 

Levando em consideração que ao passar em uma consulta com um nutricionista esportivo o paciente fornece detalhes pessoais da sua rotina, além dos seus dados de contato, é fundamental que se possa assegurar a proteção deles.

Mas, além dos próprios dados pessoais, em um atendimento médico são também gerados os chamados dados sensíveis, que incluem:

  • Prontuários;
  • Exames e resultados;
  • Origem étnica;
  • Orientação sexual;
  • Receitas e tratamentos indicados;
  • Diagnósticos médicos;
  • Entre outros.

Isso quer dizer que, além de o paciente realizar a entrega de documentos para ser atendido na clínica, o seu atendimento gera informações pessoais íntimas, que ele pode desejar que se mantenham sob sigilo total.

Nesse sentido, a LGPD afeta diretamente os consultórios médicos, justamente porque o vazamento desses dados pode transgredir os direitos dos pacientes que se consultaram ali. Com isso, a clínica poderá sofrer as penalidades impostas pela lei.

Sendo assim, é fundamental que novos processos de segurança sejam implementados no local, de maneira a garantir que todos esses dados se mantenham protegidos em qualquer hipótese.

Como fazer a adaptação de uma clínica à LGPD

Depois de entender a relação da LGPD com os consultórios médicos, é indispensável encontrar meios de adaptar o estabelecimento ao cumprimento dessas regras, garantindo a segurança dos pacientes e evitando possíveis dores de cabeça.

Para tanto, assim como em uma avaliação de ativos, é necessário realizar um levantamento do que é feito atualmente com relação à proteção das informações dos clientes, quais ferramentas são utilizadas e encontrar formas de potencializá-las.

Nesse sentido, o primeiro passo é identificar todos os dados que estão armazenados no local, fazendo um breve levantamento de clientes ativos e inativos, assim como os de parceiros, prestadores de serviços, sócios e dos colaboradores da empresa.

É cada vez mais comum que, ao admitir um novo profissional no estabelecimento, vários documentos sejam solicitados, inclusive um exame toxicológico admissional. As informações deste teste, por exemplo, devem ser mantidas sob sigilo absoluto.

Então, é possível criar categorias e distribuir os dados levantados, sempre tomando o cuidado para que eles possam ser devidamente monitorados e encontrados quando for preciso.

Também pode-se considerar a restrição do acesso a esses dados para poucos colaboradores, estabelecendo regras e controles para a transferência e o armazenamento dessas informações.

Além disso, é essencial que exista um termo de consentimento impresso e que deve ser assinado pelo paciente, no qual ele possa entender de que maneira os seus dados serão utilizados na clínica.

É também indicado deixar claro que, a qualquer momento, o paciente pode solicitar a exclusão dessas informações, se assim desejar.

Há investimentos que podem ser feitos em termos físicos e virtuais, como o uso de redes criptografadas, de sistemas de monitoramento interno e de softwares especializados.

Os cuidados com essas informações podem entrar até mesmo na relação do consultório com os planos de saúde, devendo ser questionado o que é feito, por parte deles, com os dados que são enviados na liberação de consultas e de exames no local.

Por fim, se a clínica decide investir em uma hospedagem internacional e virtual de dados, como é comum ocorrer nos serviços de nuvem, é fundamental consultar a regulamentação de segurança de dados na localidade onde está esse servidor.

Todas essas práticas visam garantir que a adaptação do estabelecimento de saúde atenda às exigências da LGPD, evitando qualquer tipo de problema com os pacientes e prevenindo o recebimento das punições legais dessa nova lei.

As punições aplicadas pela LGPD

O paciente que se dirige até uma clínica buscando um tratamento como uma dieta fácil para emagrecer ou um acompanhamento médico de longo prazo, precisa ter a segurança de que terá os seus dados protegidos.

Com a implementação da Lei Geral de Proteção de Dados, esse cuidado não apenas atinge o cliente como também o consultório, uma vez que as penalidades podem ser consideradas graves.

Entre as punições estabelecidas estão o pagamento de multa correspondente a 2% do faturamento do estabelecimento, tendo como teto o valor de R$ 50 milhões, e que pode ser reaplicada de acordo com o número de infrações realizadas pela clínica.

Há também a publicação do erro cometido depois que ele for apurado e comprovado, e que vai exigir a regularização da situação, seja por meio de bloqueio de dados ou da exclusão deles.

O Conselho Federal de Medicina (CFM) também pode decidir punir o profissional e o seu estabelecimento.

Ao mesmo tempo, é necessário frisar que o vazamento de informações pessoais prejudica diretamente os pacientes, uma vez que ele pode trazer prejuízos que nem sempre podem ser reparados com o pagamento de indenizações.

A própria imagem da empresa sofre com esse acontecimento, fazendo com que ela deixe de conquistar novos pacientes e que perca os atuais.

Por isso, não deixe de adaptar a sua clínica a essas novas mudanças, garantindo as melhores práticas possíveis no seu ambiente de atendimento médico, protegendo os seus clientes e garantindo a idoneidade do seu consultório.

Esse texto foi originalmente desenvolvido em co-marketing pela Dgtalmente.7 e equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Marketing Médico: Como produzir conteúdo de topo de funil

O topo de funil é a primeira etapa do funil de vendas, uma importante estratégia dentro do marketing digital e usado por empresas dos mais variados tipos, inclusive, por consultórios médicos.

A adoção de estratégias de marketing digital pelos profissionais da medicina é uma prática que tem crescido muito. Hospitais, clínicas, consultórios e profissionais de diversas especialidades entenderam a importância dele para seus negócios.

O melhor de tudo é que, mesmo contratando uma agência de marketing, os investimentos podem começar bem baixos e irem acompanhando o consultório, conforme ele cresce.

Ao fazer por conta própria, o primeiro passo é conhecer as normas do Conselho Federal de Medicina (CFM) para não infringir os seus limites. Assim, é possível identificar as melhores estratégias para o seu consultório.

Uma delas é o funil de vendas, que demonstra em qual etapa da compra está o futuro paciente. Por meio dele, os negócios sabem quais os melhores conteúdos para essas pessoas, para que elas finalmente comprem o produto ou serviço.

Para a área médica, ele é perfeitamente adaptável e, por esse motivo, neste artigo, vamos explicar o conceito de funil de vendas, o que é o topo do funil, conteúdos que podem ser produzidos para ele e os resultados esperados. Acompanhe!

O que é funil de vendas?

O funil de vendas é uma estratégia também conhecida como pipeline, que mostra a jornada do cliente (no caso da medicina, dos pacientes), desde o primeiro contato dele com a clínica até a concretização da venda.

Podemos dizer, então, que ele representa todo o caminho que determinado paciente que deseja fazer harmonização facial homem vai percorrer até fazer a compra.

Por meio do funil, a empresa vai conduzir e acompanhar seu lead, a partir do momento em que ele conhece a solução oferecida. Ele é dividido em três etapas, sendo:

1 – Topo de funil

Resume-se em aprendizado e descoberta. Aqui, o visitante está criando consciência de seu problema ou necessidade.

Ele até mesmo desconhecia o serviço que a clínica oferecia, mas após ter contato com o site ou blog dela, ele começa a descobrir que possui uma necessidade.

2 – Meio do funil

Na segunda etapa, o lead já reconheceu que tem um problema, pois já leu bastante sobre o assunto e agora sabe de sua demanda. Nesta etapa, a empresa ou médico especialista glaucoma já está lidando com um lead, porque este está considerando uma solução.

3 – Fundo do funil

É considerado o momento de decisão de compra, uma vez que o lead já sabe que tem um problema que não consegue resolver sozinho, por isso, ele precisa comprar um produto ou serviço que solucione esse problema.

Só que ele vai pesquisar várias possibilidades antes de se decidir pela empresa.

Topo do funil e seus conteúdos

O foco deste artigo é o topo do funil, então, vamos explicar um pouco mais sobre ele e, em seguida, dar dicas de conteúdos que podem ser usados nessa etapa pela área médica.

Até aqui, você já entendeu que no topo do funil estão os visitantes de um site que ainda não podem ser considerados leads, pois são pessoas que ainda não tomando consciência de seu problema ou necessidade.

Uma mulher que acabou de saber que está grávida pela primeira vez, por exemplo, vai começar a descobrir várias necessidades, como as idas regulares ao ginecologista, compra do enxoval, bolsa maternidade listrada, dentre outros.

Estamos falando de pessoas que desconheciam determinada demanda, mas ao ter contato com uma marca, ela descobre alguma coisa que não tem, mas que precisa.

No topo do funil, o médico precisa se colocar como especialista, criando conteúdos que ajudem o visitante a diagnosticar o seu problema e compreendê-lo completamente.

Quando os materiais produzidos são inteligentes e têm relevância, toda vez que essa pessoa precisar esclarecer uma dúvida, ela vai procurar o site desse médico.

Ela ainda não é alguém que tem potencial para se tornar cliente daquela clínica que faz limpeza de pele profunda com extração de cravos e espinhas.

Trata-se de uma pessoa que chegou o site do consultório de alguma maneira, mas você ainda não tem nenhuma informação sobre ela.

O propósito no topo do funil é educá-la, e isso será feito por meio da produção de conteúdos, como:

  • Posts;
  • Infográficos;
  • Podcasts;
  • Newsletter;
  • Entre outros.

A seguir, vamos mostrar cada um deles para que você possa entender de maneira mais clara.

1 – Posts de blog

Antes de continuar, é importante que você entenda que o blog é fundamental para que o funil de vendas da sua clínica funcione.

Geralmente, é por meio dele que as pessoas têm seu primeiro contato com o tema de suas necessidades, podendo ele se tornar a solução de sua demanda.

Independentemente do assunto que será abordado, como a importância do cortador de unha bebê, o texto deve ser de fácil acesso e as informações presentes nele devem despertar a curiosidade do leitor sobre o tema.

2 – Infográficos

Os infográficos são ótimas ferramentas para aquisição de tráfego, uma vez que conseguem transmitir informações de maneira rápida e objetiva.

O médico pode falar sobre determinado assunto usando formatos diferentes, como listas e dados, que ajudam a compor um excelente infográfico para os visitantes.

No entanto, antes de publicá-lo, é importante se certificar de que as informações ficaram sucintas e de acordo com o formato visual adotado.

3 – Podcasts

Os podcasts são conteúdos que assumem formato de áudio, sendo possível abordar qualquer tipo de pauta, como a aplicação de argila verde no cabelo e suas vantagens.

Também uma excelente estratégia para atrair tráfego, uma vez que o seu visitante pode ouvir o conteúdo enquanto realiza outras atividades.

Em vista de um dia a dia tão corrido para as pessoas, investir em podcasts é a melhor maneira de prender a atenção delas e permitir que tenha acesso aos materiais produzidos pela clínica.

4 – Envio de Newsletters

A newsletter é um material enviado para a base de contatos por e-mail, permitindo que as pessoas se mantenham informadas sobre determinado assunto.

Um consultório odontológico, por exemplo, pode enviar pela newsletter as principais tendências de seu ramo, como braquete porcelana.

É uma maneira de manter uma comunicação direta e periódica com o paciente, enviando para ele conteúdos específicos e de acordo com os seus interesses.

Lembre-se de que é fundamental manter os seus visitantes interessados porque, quanto maior o interesse, mais rápido ele vai avançar pelo funil.

5 – Postagem em mídias sociais

A principal ideia do topo do funil é atrair mais visitantes para o site do consultório, ou seja, aumentar o seu tráfego.

Nessa parte, as redes sociais como Facebook e Instagram, entre outras, são ótimas para despertar a curiosidade das pessoas sobre qualquer assunto, como a importância do uso da pulseira de identificação hospitalar.

Para tornar as postagens ainda mais atraentes, a clínica pode usar gifs e outros recursos oferecidos pelas próprias plataformas para chamar a atenção dos seguidores.

Resultados esperados

Quando um profissional da saúde ou empresas em geral trabalha com o topo do funil de vendas, ele esperar obter alguns resultados, dentre eles:

  • Aumentar o tráfego;
  • Chamar a atenção de potenciais clientes;
  • Melhorar a autoridade;
  • Gerar oportunidades.

Contudo, nem sempre alcançar esses resultados é fácil, pois todo trabalho envolvido, como gerar conteúdo para blog, depende de conhecimentos aprofundados acerca do assunto.

É por isso que o ideal é que os profissionais da saúde contem com uma agência especializada em marketing digital, para colocar suas estratégias em prática.

Elas contam com as melhores ações, de acordo com a realidade e necessidade de cada clínica e usando ferramentas importantes, como a RD Station.

Contar com o profissionalismo dessas agências também permite que o médico se dedique ao que realmente importa: a saúde de seus pacientes.

Tudo isso sem perder o foco nas estratégias e qualidade de cada ação de marketing digital. Assim, a clínica ou consultório, e até mesmo hospitais, conseguem atrair para seu site um número maior de visitantes.

Esses futuros pacientes vão consumir materiais de qualidade que esclareçam as suas dúvidas e as façam enxergar o profissional da saúde como autoridade naquilo que faz.

Conclusão

O marketing digital é essencial para qualquer tipo de empresa ou profissional que queira se destacar no mercado e conquistar novos públicos.

As pessoas estão sempre conectadas e recorrem à internet para esclarecer suas dúvidas relacionadas ao mais diferentes assuntos. Principalmente na área médica, onde o número de pesquisas no Google bate recordes.

Por meio de estratégias bem elaboradas como o funil de vendas, clínicas, consultórios, médicos e hospitais das mais variadas especialidades atraem para si pessoas que têm chance de se tornarem pacientes fidelizados.

Com as dicas de conteúdo para topo de funil que passamos aqui, você consegue fazer com que mais pessoas cheguem ao seu site e descubram que podem contar com o seu profissionalismo para resolverem seus problemas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Marketing Médico: Como produzir conteúdo de fundo de funil

Uma das principais ferramentas que atualmente auxiliam no impulsionamento de um negócio é a produção de marketing de conteúdo, em especial para o fundo do funil de vendas, uma segmentação que concentra clientes em máximo potencial de compras.

Você já deve estar se perguntando: como fazer marketing de conteúdo para um grupo tão específico e tão importante para o meu negócio? Bom, primeiro você precisa entender um pouco sobre o que é funil de vendas.

O funil de vendas surgiu como uma proposta de deixar para trás algumas velhas formas de divulgação de produtos e serviços, dando chance para a implementação de uma ação de marketing digital humanizada e mais direcionada, para a produção de interesse do cliente.

Por exemplo: empresas costumavam criar e promover suas publicidades por meio de outdoors, anúncios em emissoras de televisão e rádio, e também por meio de materiais impressos.

O que custava muito e direcionava a informação para todos, sem que houvesse uma segmentação de público.

Pensando nisso, siga na leitura deste artigo para saber um pouco mais sobre o conceito de funil de vendas e como essa estratégia pode ser melhor aplicada em seu consultório médico.

O funil de vendas e suas etapas

Com o passar dos anos, vários especialistas de marketing – em especial aqueles que passaram a estudar novas ferramentas trazidas pela internet – entenderam que por meio do ambiente digital era possível criar conteúdos que trouxessem aprendizados e desejos.

Passou-se a produzir conteúdos pensados para públicos-alvo de estabelecimentos, com temas que tirassem dúvidas comuns, oferecessem informações até então desconhecidas e, de certa maneira, educativas, e que falassem de maneira mais próxima com o cliente.

Foi então que passou a ser popularizado o funil de vendas, que é divido em três partes: a primeira, na parte superior, representa o total de pessoas que consomem aquele conteúdo no meio digital, independente de realmente se interessarem por aquele produto ou serviço.

Para esse grupo, do topo do funil, o conteúdo ideal é o informacional. São pessoas que não são da área, desconhecem a necessidade ou vontade de ter aquele produto, e precisam, de certa forma, conhecer aquela pessoa ou empresa.

Nessa etapa, em seu consultório médico, tenha o compromisso de informar o máximo que pode, tentando de alguma forma educar o seu futuro paciente sobre o mercado.

Digamos que você tenha uma clínica de odontologia e pretende explicar para algumas pessoas sobre a importância de bandas ortodônticas durante um tratamento.

Certamente, depois de consumirem o conteúdo, essas pessoas vão compreender melhor a utilização desse e de outros métodos durante os atendimentos.

A segunda etapa do funil, que localiza-se no meio dele, indica o grupo de pessoas que já consomem os conteúdos digitais de uma determinada empresa, já sabendo informações e entendendo que o seu consultório é uma referência.

Agora, o indivíduo que está nessa parte do funil, precisa resolver o seu problema. Essa resolução pode vir, ainda, pelas informações em conteúdos digitais, sejam em blog posts e sites, e-books, webinários ou qualquer outro tipo de contato mais direto.

Na última etapa do funil está o tipo de cliente que necessita urgentemente fechar um acordo com a empresa, ou nesse caso, seu consultório.

Esse lead já sabe das informações necessárias sobre o produto ou serviço, já tirou suas dúvidas e o que mais precisa é a resolução para o seu problema.

No final das contas, ao utilizar essas técnicas e confiar em estratégias bem executadas de marketing digital, você terá como resultados:

  • Investimentos baixos e grandes retornos;
  • Criação de nome e reconhecimento como autoridade;
  • Proximidade com futuros clientes e confiança dos antigos;
  • Inserção maior no mercado digital.

Além de muitos outros benefícios, conforme apresentaremos no próximo tópico, este voltado para o tema central do conteúdo: o fundo de funil.

Fundo de funil de para consultórios médicos

As estratégias do funil de vendas são essenciais para os mais diversos negócios, especialmente aqueles que sentem a necessidade de informar e servir ao mesmo tempo.

Isso se encaixa exatamente em trabalhos médicos, já que são profissionais que, muitas vezes, dependem inteiramente da necessidade ou urgência do cliente.

Além disso, por inúmeros motivos legais do Conselho Federal de Medicina (CFM), médicos, dentistas e outros profissionais da saúde são proibidos de fazer divulgações que entrem em um caminho totalmente comercial.

Com esses obstáculos, a internet se mostra como um local ideal para fazer uma promoção sem ser altamente publicitária, podendo mostrar que a informação é mais importante.

Com o auxílio de uma agência de marketing digital, é possível utilizar as ferramentas certas e disponíveis para o seu negócio, aliando conhecimento de utilidade pública com o marketing de um negócio, trazendo cada vez mais valor para a empresa de saúde.

Por exemplo, uma clínica de estética contrata uma agência de marketing para promover os serviços da empresa, que há um tempo sofreram uma queda na procura depois de uma mudança de endereço da empresa.

Ao analisar as potencialidades da clínica, foi feito um planejamento de funil de vendas, justamente para criar uma imagem de autoridade no assunto enquanto trata de cada grupo específico nas etapas do funil que se interessam pelos serviços da clínica.

Na primeira etapa do funil, estão todos os seguidores da rede social da empresa, que logo serão atingidas pelos conteúdos de um novo site, repleto de informações sobre estética, como homeopatia para emagrecer, chás para desinchar, remédios para acne, etc.

Esses conteúdos focam em informações que as pessoas têm dúvidas, mas na maioria das vezes, não encontram respostas. Também estão incluídos nesse planejamento de conteúdo algumas pautas desconhecidas por grande parte dos leitores.

Algumas delas podem ser curiosidades de equipamentos utilizados no ramo da estética e saúde, como kit higiene bebê menino, luvas especiais para limpeza de pele, mitos sobre o uso de barbeadores e muitas outras variações, todas dentro da mesma área.

Na segunda etapa do funil de vendas, em um direcionamento para consultórios médicos, estão assuntos para pessoas que já entendem sobre aquele assunto ou já conhecem o trabalho da empresa, mas que agora desejam a resolução de problemas específicos.

Por exemplo, uma clínica de oftalmologia está produzindo um conteúdo sobre catarata senil incipiente para uma live nas redes sociais, que unirá antigos pacientes e médicos da empresa.

Essa live procura esclarecer não apenas sobre a doença, mas suas formas de tratamento e, claro, a promoção da empresa para realizar o serviço que está capacitada. Esse assunto pode ser ainda mais esclarecido em postagens nas redes ou pelo próprio site.

Mas você deve estar se perguntando: o que muda em relação aos posts produzidos no site da empresa? O que antes eram conteúdo produzidos de uma maneira geral, mais detalhados e mais fáceis de entender, agora serão focados para quem já está “por dentro”.

Ou seja, é interessante que os conteúdos sejam ricos de informações relevantes para quem deseja consumir o produto ou serviço o mais rápido possível. Lembre-se que essa pessoa já está educada sobre a importância do seu trabalho!

Vamos te dar um exemplo bacana: imagine o dono daquela clínica de estética que exemplificamos anteriormente. Ele solicitou que a equipe de marketing fizesse um conteúdo mais detalhado sobre limpeza de pele profunda com extração de cravos preço incluído.

Sobre o assunto, serão ditos os locais onde podem ser feitos, no caso da clínica ter várias unidades, a importância da urgência de realizar o procedimento, as formas de pagamento e outras informações sobre os profissionais.

Uma boa dica é incluir nestes conteúdos algumas outras opções que interessem o cliente tanto quanto o assunto que ele deseja ser mais informado. Podem ser ofertadas ainda, por exemplo, sessões de md codes queixo gratuitas.

Depois de passar por todas essas etapas, finalmente chegamos no fundo do funil, um momento essencial para a concretização da compra ou consumo.

Como este é um momento para investir na concretização da venda, profissionais de saúde devem ter em mente que especialistas de marketing vão optar por canais menos públicos e mais privados.

Uma ferramenta ideal para esse tipo de conexão com o fundo de funil interessado em serviços médicos é por meio de um software de automatização de marketing, a RD Station.

Por essa plataforma, é possível criar uma automatização de e-mail marketing, entre outros canais próximos dos pacientes.

Por exemplo, uma clínica de acompanhamento corpóreo voltada para fisiculturistas recém introduzidos, recebeu um feedback de clientes que se interessaram em sessões de tratamento flacidez barriga com um médico referência da cidade.

Para essa pessoa, é interessante disponibilizar conteúdos em e-books, informações sobre os métodos e até mesmo a relevância dos profissionais que atuam nessa área, ou até mesmo, por meio do RD Station, criar páginas que oferecem sessões gratuitas.

Essas páginas, que contém informações rápidas e práticas para pessoas que querem o produto ou serviço, são as famosas landing pages.

Por meio dessas páginas de aterrissagem é possível, além de produzir conteúdos certeiros, recolher dados sobre esses potenciais clientes.

Considerações finais

Aproveite essa interação próxima do fundo do funil e ofereça ganchos que vão além de conteúdos e gratuidades.

Seguindo o exemplo anterior dos tratamentos para fisiculturistas, seria interessante se a empresa fechasse uma parceira com uma clínica de estética e oferecesse tratamentos extras com descontos, como um tratamento celulite grau 3.

Até aqui você conseguiu entender a real importância para um consultório médico do trabalho de especialistas de marketing para a produção direcionada de conteúdos para seus clientes.

Por isso, está esperando o que para começar a investir em conteúdos para o fundo de funil agora mesmo?

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.
meio de funil - médico

Marketing Médico: Como produzir conteúdo de meio de funil

Trabalhar no meio do funil é essencial para desenvolver uma melhor taxa de conversão. Nesse momento, no caso de um consultório médico, o paciente já identificou que possui um problema, e está tentando encontrar as melhores soluções para ele.

Muitas vezes, uma agência de marketing digital pode ajudar seu consultório a identificar quais elementos podem ser explorados nesse tipo de contato, mas é ideal que você compreenda o funcionamento para um melhor resultado.

O marketing é uma ferramenta que tem evoluído cada vez mais, em ritmo acelerado. A tecnologia tem permitido novas técnicas de atração e retenção de público, que vem trazendo muitos resultados.

Isso funciona em todas as áreas do mercado, incluindo os profissionais de saúde. A medicina existe há muito tempo, e sua importância nunca foi questionada.

Mas sair na frente da concorrência pode ser um processo que depende fundamentalmente de uma boa estratégia de marketing digital.

Dentro do espectro do marketing, um elemento que tem ganhado cada vez mais destaque é o Marketing de Conteúdo. Essa técnica tem como objetivo conectar-se com o público utilizando ferramentas valiosas de comunicação e informação.

Ao gerar conteúdo para blog, você desenvolve um contato muito mais pessoal com seu público, o que pode afetar positivamente sua conversão em leads, e consequentemente, de pacientes.

Essa ferramenta é fundamental para a área da saúde, que sofre certas restrições quanto a utilização de marketing para divulgação devido às normas do Conselho Federal de Medicina (CFM), e pode ser a diferença para montar um caso de sucesso com seu consultório.

Através da criação de conteúdos relevantes de sua especialização, você consegue melhorar o alcance de seu público-alvo e identificar boas ferramentas de trabalho que serão utilizadas ao longo de todo o processo que seus pacientes passarão.

Isso desde o início até o fim do funil de vendas.

Hoje em dia, a primeira reação da maioria das pessoas quando existe alguma alteração no estado de saúde não é procurar um especialista, e sim procurar em ferramentas de pesquisa na internet sobre os sintomas e possíveis causas dessas alterações.

Apesar da facilidade de acesso à informação, isso nem sempre é ideal. Existe na internet muito conteúdo falso ou com poucas informações, o que pode levar a pessoa a uma compreensão errada do que de fato está sentindo.

No campo da saúde, isso pode ser particularmente perigoso. Portanto, o marketing de conteúdo feito por um profissional qualificado torna-se até mesmo um trabalho de prevenção.

Por isso, criar uma ação de marketing digital pautada na responsabilidade e honestidade é o melhor caminho para crescer.

Com informações precisas e detalhadas, é possível desmistificar uma série de problemas e evitar que uma atitude seja tomada sem o conhecimento correto para um tratamento.

Quanto mais publicações você fizer, mais acabará sendo reconhecido pelo assunto que domina, tornando-se uma autoridade no campo escolhido.

Esse respeito adquirido na internet extrapola para o mundo offline, uma vez que as pessoas irão procurar seus serviços quando tiverem algum tipo de questionamento acerca da própria saúde.

Isso gera um interesse maior de entrar em contato e agendar uma visita, ampliando sua rede de clientes.

Como trabalhar o meio de funil de vendas?

A ideia por trás do funil de vendas é definir quais são os melhores formatos de engajamento com o público em cada etapa da jornada de compras, desde que ele inicia sua busca até o momento da conversão.

Para você vender um processo de harmonização facial sem agulhas, seu público precisa identificar essa necessidade, para então procurar soluções e encontrar seu estabelecimento.

Cada estágio do funil tem suas particularidades, sendo possível trabalhar o cliente de maneira diferenciada para acompanhá-lo em todo o processo.

Um dos principais momentos para se trabalhar quando falamos de um funil de vendas é a etapa do meio. Nesse caso, a pessoa sabe o que precisa, já entendeu o que procura e está ativamente buscando uma solução para um problema.

Neste momento, a pessoa já tem ideia do que está procurando, portanto conteúdos genéricos não atraíram sua atenção.

É hora de focar em ações direcionadas, com informações complexas que permitam ao cliente entender melhor a situação que ele está passando.

Textos em redes digitais, como blogs ou redes sociais, são ótimos canalizadores desse tipo de cliente. Nestes escritos, é possível identificar detalhes sobre determinados tipos de tratamento para uma doença, ou alternativas para um procedimento estético.

A utilização desses temas pode informar as vantagens de um tratamento natural para glaucoma, identificando os clientes do porquê eles devem escolher seu consultório para realizar tal tratamento.

Aqui também vale o uso do expertise profissional. Para tornar-se relevante entre o público-alvo, demonstre seu conhecimento e transmita-o de uma forma que as pessoas consigam entender o que está acontecendo, mesmo que sejam leigas.

A criação de e-books, por exemplo, pode ajudar e muito nessa etapa do funil, pois consegue passar a informação com muito mais detalhes que uma simples publicação em blogs.

O e-book é um formato bastante escolhido pela sua praticidade, podendo ser utilizado em computadores, tablets e smartphones sem a necessidade de comprar um livro físico.

Além do mais, e-books também não precisam ter tantas páginas. Desde que a informação seja passada com detalhes e informações relevantes, você pode condensar o conteúdo.

Palestras e workshops digitais também funcionam muito no meio do funil. Muitas pessoas têm mais facilidade para aprender através do contato direto, e esse tipo de conteúdo é muito mais fácil para absorção.

Um especialista de manutenção em hospital pode até criar uma série de vídeos que expliquem de forma didática quais elementos são primordiais para solucionar qualquer problema do cliente.

Além disso, os pacientes poderão tirar um tempo para eliminar qualquer dúvida que tenham, estreitando o relacionamento com o profissional.

Produzindo conteúdo para o meio de funil

Existem diversas formas de utilizar o marketing digital para construir uma rede sólida de conteúdo. Entretanto, é preciso pensar em alguns detalhes especiais para a área da saúde, que não podem ser utilizados levianamente.

Pensando nisso, algumas estratégias podem ajudar clientes que estão no meio do funil a seguir para o próximo passo, especialmente se houver uma atenção extra para as dificuldades de um cliente em específico.

Para vender homeopatia para sinusite, por exemplo, é necessário um estudo de necessidade de seus clientes, buscando um melhor resultado.

Pensando nisso, é importante entender como agir para converter uma parcela maior de clientes para seu consultório.

1. Responda dúvidas

A maioria dos clientes que descobriram qual é o problema que eles possuem ficam com uma série de questionamentos.

Concentrar-se em responder da melhor forma possível toda e qualquer dúvida apresentada é fundamental para uma melhor aproximação. Portanto, crie conteúdos de fácil assimilação que desenvolvam dúvidas comuns entre clientes de sua especialização.

Deixar claro como são os procedimentos de aplicação enzima pode garantir que o cliente passe para a próxima etapa do funil.

Um paciente que consiga sanar suas dúvidas básicas com seu conteúdo tem grandes chances de tentar agendar uma visita no consultório para realizar o tratamento, tornando-se um cliente fiel.

2. Tenha clareza em seu conteúdo

A área da medicina tem uma série de declarações dúbias ou polêmicas. Seja por falta de acordo entre especialistas ou por pouca aceitação de profissionais, muitos assuntos acabam deixando os pacientes com medo ou em dúvida de como seguir.

Pensando nisso, é ideal que você tente aproveitar para esclarecer assuntos delicados que estejam dentro de sua área de atuação. Isso te colocará como uma referência no assunto, desde que ele seja tratado com muita atenção e cuidado profissional.

Se você é odontologista e pretende vender o conceito de braquetes autoligados, crie conteúdos relevantes que demonstrem por que uma pessoa deve escolher esse modelo.

Procure embasar suas ideias com apoio científico, seja através de pesquisas ou trabalhos acadêmicos, para dar mais força a seu conteúdo e permitir que os clientes se sintam seguros em consumir esse material.

3. Aposte em notícias relevantes

Quando você aproveita as notícias relevantes acerca de sua especialização, acaba se engajando melhor com pacientes que estejam procurando a solução que você apresenta.

Pessoas que encontram-se no estágio do meio do funil de vendas precisam de certezas, de resultados para os problemas que elas apresentam. Em casos médicos, um paciente que sabe o que tem deseja encontrar possibilidades de resolução.

Mesmo em casos de venda de produtos hospitalares, como aparelho de surdez, você pode precisar informar aos clientes as novidades dentro da área e porque seu produto vale a pena.

Por isso, as pessoas nessa etapa do funil procurarão novidades e notícias relacionadas ao tema, tentando identificar novidades em tratamentos e novas informações de valor.

Canalizar esse tipo de informação acaba atraindo mais pessoas para seu site e, por consequência, para seu consultório.

É importante tomar muito cuidado para não divulgar informações que sejam alarmantes para a sociedade como um todo, uma vez que isso não é permitido.

4. Use ferramentas de análise

Muitas ferramentas de marketing permitem uma análise do conteúdo apresentado, permitindo uma maior identificação dos pontos positivos da estratégia e quais elementos precisam ser repensados.

Através de ferramentas de automação de marketing, como a RD Station, é possível identificar os melhores elementos de uma campanha para conseguir converter mais clientes para o próximo estágio do funil de vendas: o fundo do funil.

Através das ferramentas de análise, você pode identificar se a procura por bolsa de colostomia interna está em alta ou em baixa, pensando em novos formatos para vender esse tipo de tratamento.

Ao utilizar essas técnicas, você acabará conseguindo atrair muito mais pacientes de forma contínua e orgânica, utilizando as ferramentas digitais para um melhor engajamento.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Endomarketing: Saiba como ele pode melhorar a sua clínica

Como anda o endomarketing da sua clínica médica? Apesar de muitos profissionais ainda não terem descoberto os benefícios do marketing interno para o seu estabelecimento, pode ser fundamental trabalhá-lo para otimizar a rotina do consultório.

Como é sabido, o clima organizacional de uma empresa é fundamental para o bom funcionamento dela, garantindo que os colaboradores de um estabelecimento especializado em refeições coletivas, por exemplo, possam trabalhar mais satisfeitos e motivados.

Quando o assunto é atendimento médico, a necessidade é a mesma. Afinal, para que um clínica possa ser avaliada positivamente pelos pacientes, ela deve ser impecável em pontos como o atendimento na recepção, na marcação de consultas e a experiência no local.

Assim, tão importante quanto ter uma agência digital empenhada em promover o consultório na internet para captar novos pacientes, é trabalhar o relacionamento interno com os funcionários e otimizar a gestão do local.

Por isso, para entender mais sobre o que é o endomarketing, os benefícios e a importância dele para a sua clínica médica, siga na leitura deste conteúdo e amplie os seus conhecimentos sobre o assunto.

O que é endomarketing?

Em uma definição direta, é possível dizer que o endomarketing é o marketing voltado para dentro, ou seja, é o relacionamento da sua clínica com os profissionais que atuam nela, tanto no atendimento ao público, quanto na prestação de serviços médicos.

Nesse sentido, assim como ações responsáveis por gerar conteúdo para redes sociais podem construir mais confiança dos pacientes na sua clínica, trabalhar o endomarketing é uma maneira simples e prática de alinhar objetivos e expectativas com a sua equipe.

Para tanto, é importante estar sempre disponível para os seus colaboradores e realizar ações práticas, tais como:

  • Conhecer os seus funcionários;
  • Ter conversas periódicas;
  • Investir em motivação;
  • Realizar treinamentos e capacitação.

Todas essas atividades podem ajudar de maneira positiva no endomarketing.

Por isso, é sempre importante juntar a sua equipe em uma sala de reunião pequena e alinhar todas essas necessidades, criando uma rotina interna produtiva e colaborativa.

As vantagens do endomarketing para uma clínica médica

Assim como utilizar uma ferramenta de automação de marketing como a RD Station pode otimizar de maneira considerável as ações de divulgação da sua clínica, aplicar estratégias de endomarketing no consultório traz uma série de vantagens.

Entre os principais benefícios, é possível mencionar a retenção de talentos, o que garante uma equipe sempre alinhada, contando com um oftalmologista infantil especializado e dedicado e com recepcionistas simpáticos e prestativos.

Além disso, o dia a dia da clínica se torna mais produtivo, já que os funcionários estarão engajados e sempre dispostos a oferecer o melhor de si.

Até mesmo o clima organizacional muda positivamente, uma vez que cada um dos profissionais atuantes no estabelecimento se preocuparão em cumprir as suas funções, seja no uso de um crachá de identificação ou prestando auxílio em atividades extras da clínica.

A colaboração dos funcionários se torna perceptível, de modo que um está sempre pronto e disponível para ajudar aos outros, o que traz vantagens para a clínica como um todo, garantindo um trabalho aprimorado e livre de atrasos.

Tudo isso torna a gestão do consultório mais simples e otimizada, permitindo que os bons resultados sejam colhidos diariamente, seja pelos clientes ou pelos colaboradores do local.

A importância do endomarketing

Não é difícil imaginar o quanto o endomarketing se tornou um elemento indispensável para as empresas, independentemente do ramo em que elas atuam.

Dessa forma, assim como investir em ação de marketing digital aumenta a visibilidade e a relevância de um consultório na internet, o marketing interno promove uma melhoria considerável nos resultados da clínica médica.

Isso porque, quando uma empresa se mostra preocupada com a sua equipe, ela lida com pessoas empenhadas em exercer as suas funções com excelência, admirando o seu trabalho e prezando por ele.

Nesse sentido, o engajamento dos funcionários é responsável por atrair mais pacientes e por fidelizá-los, já que mostra o atendimento de qualidade da clínica e a destaca das concorrentes, tornando-a indispensável para quem quer soluções em saúde.

Por isso, se você ainda tinha dúvidas sobre a eficiência do endomarketing para o seu consultório, não deixe de investir nessas práticas internas e monte uma equipe dos sonhos, que fará a sua clínica crescer e se tornar uma referência em atendimento humanizado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.
Benchmarking

Benchmarking: Saiba como utilizar no consultório médico

O benchmarking é um método que envolve analisar estrategicamente as ações e medidas utilizadas por empresas do mesmo segmento que a instituição em questão, para que os processos sejam aprimorados.

Embora o estudo do público-alvo e a atuação online seja fundamental, nada disso funciona sozinho. Se a empresa não consegue resultados, mas outros estabelecimentos do mesmo setor obtém sucesso, é interessante observar quais são os diferenciais adotados por eles.

Por isso, para alcançar retornos positivos, de acordo com os objetivos que a equipe responsável pela ação de marketing digital estabeleceu, são utilizadas as técnicas de benchmarking.

Esse tipo de ação traz diversos benefícios para os negócios, como:

  • Melhoria nos processos internos;
  • Maior destaque para a marca;
  • Maior alcance de público;
  • Melhores resultados;
  • Aumento de vendas.

É importante ressaltar que esse método pode ser usado de forma eficaz para os negócios de diversos setores, inclusive aplicando em campanhas de marketing específicas, como em uma clínica de tratamento de flacidez abdominal.

Se você deseja se aprofundar ainda mais no assunto benchmarking, continue a leitura!

O que é benchmarking?

O benchmarking é uma expressão que, em português, significa “ponto de referência”.

Trata-se do processo de pesquisa realizado por uma empresa para avaliar o desempenho de seus procedimentos, serviços e produtos em relação aos outros negócios do mesmo setor.

Os dados coletados nessa avaliação envolvem as métricas das campanhas e servem como um benchmark (referência) para o estabelecimento direcionar seus esforços e saber como fazer marketing de conteúdo adequado.

Uma forma de aplicar essa estratégia no seu negócio é utilizando a ferramenta RD Station.

RD Station: automatizando o marketing

O RD Station é um software especializado em automação de marketing que torna o processo profissional, ágil, dinâmico e eficiente. Além disso, essa ferramenta possui recursos para realizar a gestão da campanha com ações como:

  • Gestão de mídias sociais;
  • Gestão da base de dados
  • Lead scoring;
  • Lead tracking.

Esses recursos são muito utilizados por uma agência de marketing, principalmente ao trabalhar com Inbound Marketing. Por isso, essa se torna uma boa alternativa para o benchmarking.

Como aplicar o benchmarking em um consultório médico

Essa estratégia pode ser usada de forma eficaz em um consultório médico para melhorar seu rendimento e obter bons resultados. Para conseguir esse feito, é interessante conhecer algumas aplicações dessa estratégia e conferir dicas para utilizá-la.

1 – Competitivo

Quando o consultório médico trabalhar com o benchmarking do tipo competitivo, pode utilizar resultados dos seus concorrentes como parâmetro de referência. É o caso das clínicas de emagrecimento que avaliam outras clínicas do mesmo ramo.

Se outra empresa atuando na mesma área consegue vender mais serviços com seus pacientes, é importante saber o que ela está fazendo de diferente, como é sua campanha, onde realiza seus anúncios, como é seu site, entre outros.

Lembrando que contratar uma agência de marketing digital profissional pode ser fundamental para orientar esse direcionamento.

2 – Genérico

Já o benchmarking genérico não exige que o consultório compare o desempenho entre clínicas que atuam no mesmo setor.

Mas essa categoria avalia processos semelhantes para identificar pontos de melhoria.

É o caso de quem realiza atendimento médico ao domicílio, por exemplo. Esse profissional pode comparar o resultado de outros médicos que consultam os pacientes em sua residência, independente da especialidade clínica, para aprimorar seu atendimento.

3 – Cooperação

Esse tipo de benchmarking funciona quando duas clínicas estabelecem uma parceria para trocar experiência de cases de sucesso em relação a áreas diferentes.

Nesse caso, podem ser utilizadas captação de clientes e gestão financeira, por exemplo.

4 – Interno

Uma clínica de acupuntura pode utilizar o benchmarking do tipo interno para avaliar os diferentes níveis de produtividade e quais resultados os atendimentos oferecidos por esse setor consegue obter, por exemplo. Trata-se da análise interna daquele empreendimento.

Ou seja, é o estudo do funcionamento de um mesmo segmento, para aplicar em melhorias da empresa.

5 – Funcional

O tipo funcional avalia as etapas aplicadas nos empreendimentos, seja qual for o setor e a semelhança com a empresa em questão.

Logo, o consultório médico pode usar essa forma de benchmarking para aprimorar sua gestão financeira.

O benchmarketing e o marketing digital

O benchmarking se relaciona diretamente com o marketing digital, uma vez que, atualmente, as campanhas são online, principalmente as de sucesso.

Ao implementar uma estratégia que deu certo, é preciso trabalhar com uma agência profissional e ter presença na internet.

O retorno positivo está em atuar próximo do público consumidor, ou seja, no ambiente digital, local com grande potencial de negócios para as empresas. É aí que está a principal possibilidade do benchmarking: nas campanhas online.

Os resultados de uma campanha bem aplicada são ótimos, uma vez que a clínica médica consegue se destacar, alcançar mais pacientes e aumentar seus lucros.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.